Quarta, 10 Março 2021 10:19

DAPIBGE, Final de um ciclo

No dia 10 de março de 2021 haverá uma reunião meio virtual, meio presencial, com troca de informações sobre as atividades de cada diretoria. Será um misto de recordações de cada minuto vivido nesses quase vinte anos, rememorando desde a separação com o sindicato e a criação de uma associação própria, com autonomia e independência, para cuidar dos problemas recorrentes que nos afetavam, ou melhor, ainda afetam e continuarão por afetar a vida e até mesmo a dignidade dos aposentados e pensionistas do IBGE por quase meio século.

Nesses mais de 18 anos de existência tivemos erros e acertos, no entanto, o saldo positivo foi justamente a autonomia e a independência. Somam-se a esses longos anos a amizade e os compromissos assumidos a cada obstáculo que foram se apresentando nessa caminhada.

No dia 10 de março de 2021, será confirmada uma única chapa para a eleição do DAP, gestão 2021-2025, de nome Renova DAP, visto que a diretoria atual, além do desgaste natural de uma gestão atropelada em março pela pandemia, que por sinal encontra-se em estágio agravado, decidiu por não participar de todo o processo.

Renovar é uma boa palavra, por sinal muito em moda nos últimos anos, mas é preciso que não se subestime as dificuldades que encontrarão neste ciclo que agora se inicia. A experiência pode ser muito útil e, com certeza, todos os membros da atual diretoria estarão disponíveis a se apresentarem quando solicitados para atender a qualquer necessidade que porventura venha a surgir.

Como uma espécie de colaboração antecipada, até o dia 15 de março publicaremos em nosso site um raio- X do DAP, a situação de cada diretoria, seus projetos e questões em andamento. A partir do dia 15, nossa página estará à disposição da única chapa concorrente na eleição do dia 25 de março para contato direto com nossos associados.

Começaremos hoje com as receitas e despesas correntes no dia a dia do nosso funcionamento. No dia 15 responderemos a perguntas e esclareceremos as dúvidas daqueles que se mostrarem interessados.

1_ FINANCEIRO:

a) Receitas.

Nossa receita principal são as mensalidades dos associados que chegam até nós por vários caminhos: Desconto no contracheque, pagamento de boletos da GerenciaNet e depósito em conta corrente. Nossa outra receita provém do contrato assinado com o CMO que prevê o ressarcimento ao DAP de 10% dos honorários recebidos por aquele escritório em nossa ação dos 40 pontos da GDIBGE.

O recebimento através do Serpro/Sigepe, com interrupções injustificadas e exigências extras, tem sido ao longo dos anos a nossa maior dificuldade. Agora mesmo estamos lutando, somente seis meses passados, para assinar uma renovação do contrato de serviços para cobrança das mensalidades via contracheque, estando já suspensa qualquer inclusão ou exclusão de nossa folha naqueles órgãos. Vejam o resumo do último relatório do responsável por essa atividade:

1 – O número de Associados contribuintes vem diminuindo sistematicamente. O maior número foi em maio de 2020 com 7399 contribuições e menor é neste mês de fevereiro com 7242, tendo um decréscimo no período de 157 contribuintes;

2 – Em parte esse decréscimo decorre da não inclusão de novos associados. O cadastro mantém, há vários meses, o número de 9397 associados, não havendo registros de novas inclusões e ou exclusões. Em parte, também que contribui para o decréscimo, é a dificuldade (quase impossibilidade) de se alterar dados no cadastro para compatibilizá-lo com as exigências do Serpro;

3 - Uma outra situação, que podemos dizer até de injusta, é a desigualdade nas contribuições dos associados. Com base nesta planilha anexa, temos 6491 contribuições de R$ 20,00 e 781 de R$ 10,00, e, aproximadamente, 1800 associados não contribuintes. Destes, em parte, são falecidos e outras exclusões ou alterações que devem ser alterados ou escoimados do cadastro, para que os relatórios sejam fidedignos;

4 – Com base nos registros contábeis acumulados até ao mês de novembro de 2020, temos uma receita bruta de R$ 1.061.422,74. Desta receita, 1.005.496,40 é proveniente das contribuições consignadas em folha, o que representa 94,73 por cento da receita, ficando os outros 5,27 por cento para as receitas provenientes de boletos bancários, depósitos em conta, receitas financeiras e outas modalidades;